Camila Soares: corpo chega a Itabaiana para último adeus

Nordeste Paraíba

O corpo de Camila Soares de Arruda, a estudante de medicina de 30 anos encontrada morta em sua casa no último domingo, 12 de maio, em Ponta Porã (MS), chegou então na noite de quarta-feira, 15 de maio, em Itabaiana, município do interior da Paraíba. A família da jovem confirmou que o velório está sendo então realizado em uma funerária no centro da cidade e que o enterro está programado para ocorrer por volta das 10h desta quinta-feira, 16 de maio. O Corpo de Bombeiros utilizará um caminhão para o cortejo fúnebre entre a funerária e o cemitério.

Segundo informações do delegado responsável pelo caso, no domingo, 12 de maio, a família de Camila solicitou ajuda a um amigo da vítima depois de não conseguir contato telefônico com a estudante. Após obter o endereço, a equipe policial dirigiu-se à residência da mulher e a encontrou no quarto, caída próximo à cama, já sem vida.

Camila, que era enfermeira, estudava medicina no Paraguai e havia trabalhado no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e no Hospital Regional de Itabaiana, sua cidade natal.

O prefeito de Itabaiana, Lúcio Flávio, manifestou então pesar pela morte da estudante em suas redes sociais. “Perdemos uma jovem brilhante, sonhadora e cheia de vida. Quem conheceu Camila teve a oportunidade de conviver com uma jovem alegre, inteligente e muito batalhadora. Ela nos fará falta”, escreveu.

A polícia informou que foram encontradas cartelas de remédios de uso pessoal próximo ao corpo da vítima, mas não havia sinais de luta ou roubo no local.

Blog do Halder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *