Lula

Lula chama Bolsonaro de ‘covardão’ em reunião ministerial

Blog Brasil Política

O presidente Lula (PT) não poupou críticas ao ex-presidente Jair Bolsonaro durante a abertura da primeira reunião ministerial de 2024. Lula chamou Bolsonaro de “covardão” ao abordar as investigações sobre um suposto plano de golpe de Estado no Brasil.

“Ele [Bolsonaro] é um covardão. Ele ficou quase um mês chorando aqui no Palácio da Alvorada e depois foi para os Estados Unidos. Como não deu certo, então eles, agora, estão dizendo que nós estamos ferindo a democracia, que não houve nada de concreto. Mas sabemos que houve a tentativa de um golpe nesse País. Quem tinha dúvida, agora a gente tem certeza de que poderíamos voltar aos tempos tenebrosos”, afirmou Lula.

Além disso, Lula criticou a gestão anterior de Bolsonaro, alegando que os ministérios foram encontrados em condições precárias.

“É importante que cada um de vocês tenham a exata noção de como encontraram esse País no dia 1º de janeiro de 2023. Aliás, cada um de vocês sabe como encontrou o ministério de vocês, quase todos defasados, alguns destruídos. Sem metade dos funcionários que precisavam e alguns deles sem políticas públicas. Todo mundo tem noção do trabalho que fizeram para reconstruir os ministérios”, destacou o presidente.

A reunião ministerial ocorre em um momento delicado para o governo de Lula, com pesquisas mostrando uma queda na aprovação. Segundo dados da pesquisa realizada pela Quaest, 34% dos entrevistados avaliaram negativamente o governo de Lula, enquanto a avaliação positiva oscilou dentro da margem de erro, passando de 36% para 35%.

Diante desse cenário, a convocação da reunião ministerial evidencia a preocupação do governo em enfrentar os desafios e promover mudanças para reverter a queda na aprovação e consolidar sua gestão.

Blog do Halder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *