Carro

Polícia Federal investigará hospedagem de Bolsonaro na Embaixada da Hungria

Blog Brasil Policial

A PF anunciou que irá investigar as circunstâncias da hospedagem de Jair Bolsonaro na Embaixada da Hungria, entre os dias 12 e 14 de fevereiro. Fontes da PF confirmaram a informação à Agência Brasil e revelaram a intenção de verificar se Bolsonaro violou alguma das restrições impostas pelo STF.

O jornal norte-americano The New York Times fez a revelação da hospedagem de Bolsonaro na embaixada nesta segunda-feira, 25 de março. A matéria sugere que Bolsonaro, alvo de investigações criminais, tentou fugir da justiça ao se hospedar na embaixada estrangeira. Não podendo ser preso nesse local, estando legalmente fora do alcance das autoridades nacionais.

O jornal teve acesso a imagens das câmeras de segurança da embaixada, que mostram que Bolsonaro permaneceu dois dias no local. As pessoas viram o presidente acompanhado pelo embaixador Miklós Halmai no local.

As imagens revelam que a embaixada estava praticamente vazia durante a estadia de Bolsonaro, com exceção de alguns diplomatas húngaros que residem no local. Segundo o jornal, os funcionários estavam de férias devido ao período de carnaval.

Em nota, a defesa de Bolsonaro confirmou que ele passou dois dias hospedado na embaixada da Hungria em Brasília “para manter contatos com autoridades do país amigo”. Os advogados afirmaram que Bolsonaro conversou com várias autoridades do país durante sua estadia na embaixada.

Por sua vez, Bolsonaro comentou indiretamente o caso durante um evento do PL em São Paulo, mencionando que frequenta embaixadas e conversa com chefes de Estado. Ele também mencionou a apreensão de seu passaporte pela PF durante a Operação Tempus Veritatis, deflagrada em fevereiro.

Diante desses acontecimentos, o ministro da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha, destacou que cabe à Justiça analisar o caso e reiterou a garantia de “absoluta autonomia ao funcionamento institucional da Polícia Federal”.

Blog do Halder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *