Pescador

Pescador morre afogado durante pesca de lagostas em Rio do Fogo

Blog Nordeste Rio Grande do Norte

Uma triste fatalidade abalou então a comunidade de pescadores de Rio do Fogo, no Litoral Norte potiguar, nesta quarta-feira, 1 de maio. Pedro Nicácio da Cunha Filho, um pescador experiente de 39 anos, perdeu a vida após um mergulho no mar durante uma pescaria de lagostas.

Pedro saiu para trabalhar com colegas em uma jangada no primeiro dia de pesca de lagosta, após o período de defeso. O grupo estava a cerca de 18 km da praia, quando Pedro mergulhou sem oxigênio a uma profundidade de cerca de 15 metros.

Segundo relatos do cunhado do pescador, Bruno Lopes, Pedro era experiente e realizava esse tipo de pesca desde os 18 anos. No entanto, algo deu errado durante o mergulho, e os colegas não souberam precisar o que aconteceu.

Ao perceberem que Pedro não estava bem, os outros pescadores o retiraram da jangada e sinalizaram com uma bandeira branca para uma embarcação que passava nas proximidades. O barco prestou os primeiros socorros, mas infelizmente, ao chegar à praia, constataram o óbito.

Eles levaram o corpo de Pedro para o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), em Natal, para exames periciais e posterior liberação à família. Seu velório será realizado na colônia de pescadores da cidade, seguido pelo sepultamento no cemitério público municipal, conhecido como cemitério velho, às 16h.

Bruno Lopes, cunhado de Pedro, descreveu-o como uma pessoa muito querida e trabalhadora, tão respeitada que os pescadores da cidade decidiram não sair para pescar em sinal de luto. A comunidade se une em solidariedade à família enlutada neste momento difícil.

Blog do Halder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *