Torcida do Santos

Santos chega a acordo com STJD e reduz pena de jogos com portões fechados

Blog Brasil Esporte

O Santos FC anunciou um acordo com o STJD que resultou na então redução da pena para três jogos com portões fechados na Série B. Torcedores causaram os incidentes que resultaram na punição durante a última rodada do Brasileirão do ano passado.

O presidente Marcelo Teixeira confirmou o acordo e explicou que os três jogos restantes terão carga parcial de ingressos. Com o setor destinado às torcidas organizadas fechado, sem a presença de público.

Em nota oficial divulgada pelo clube, o Santos confirmou a homologação do acordo com o STJD. Além da redução da pena, o clube se comprometeu a adotar medidas educativas contra a violência até o dia 30 deste mês. Contudo, terá que pagar uma multa de R$ 300 mil, referente à transação disciplinar homologada, e uma multa de R$ 100 mil em duas parcelas.

Dessa forma, as partidas contra Paysandu (1ª rodada), Guarani (3ª rodada) e Brusque (6ª rodada) terão portões fechados. Já os jogos contra Botafogo-SP (8ª rodada), Goiás (11ª rodada) e Chapecoense (13ª rodada) terão o setor das torcidas organizadas fechado devido à determinação do STJD. Segundo a tabela da Série B, o clube deverá poder jogar com o estádio cheio a partir da 15ª rodada, em julho.

Infração do Santos

Com base no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o Santos foi denunciado, o qual trata de “deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir” desordens, invasão de campo ou ainda mais lançamento de objetos no campo. Os incidentes ocorreram após o jogo que decretou o rebaixamento à Série B, em dezembro do ano passado, na Vila Belmiro, contra o Fortaleza.

Apesar da redução da pena, o clube continuará mandando seus jogos na Vila Belmiro nos primeiros jogos da competição. O presidente Marcelo Teixeira explicou que estão considerando apenas a possibilidade de jogos em São Paulo para o segundo semestre, e afirmou que eles estão estudando alternativas em conjunto com o coordenador técnico, Gallo.

Blog do Halder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *