Celular Seguro

Programa Celular Seguro: mais de 30 mil alertas registrados

Blog Brasil Geral

Desde o seu lançamento em 19 de dezembro, o Programa Celular Seguro, iniciativa do Ministério da Justiça e Segurança Pública, já registrou mais de 30 mil alertas de bloqueios de perda, roubo ou furto de celulares em todo o Brasil.

Com 1,3 milhão de smartphones cadastrados até o momento, o programa visa combater os crimes envolvendo aparelhos celulares. Oferecendo aos usuários uma plataforma para reportar ocorrências e solicitar o bloqueio imediato dos dispositivos, aplicativos bancários e novos acessos.

Os usuários podem aderir ao Celular Seguro de forma simples, através do site Gov.br ou dos aplicativos disponíveis na Play Store e App Store. No momento do cadastro, os usuários podem informar contatos de confiança que terão autorização para bloquear o celular em caso de roubo ou furto.

Como funciona o Celular Seguro

Uma das funcionalidades mais importantes do programa é o “botão de emergência”, que permite o bloqueio imediato do aparelho em situações de urgência. Cada usuário pode indicar pessoas autorizadas a efetuar os bloqueios ou realizá-los diretamente pelo site do Celular Seguro.

Além disso os bancos e instituições financeiras parceiras do projeto realizarão o bloqueio das contas vinculadas aos dispositivos cadastrados. Os detalhes sobre o procedimento e o tempo para a operação de cada empresa estão disponíveis nos termos de uso do site e aplicativo.

Para garantir uma maior transparência e segurança aos usuários, é possível conferir a lista dos bancos parceiros do aplicativo no próprio site do Celular Seguro.

É importante ressaltar que, por questões de segurança, não é possível reverter o processo uma vez bloqueado. Caso o usuário emita um alerta de perda, furto ou roubo e recupere o telefone posteriormente, será necessário solicitar os acessos para operadora, bancos e demais instituições vinculadas.

Com o Programa Celular Seguro, o governo busca proporcionar mais tranquilidade e proteção aos cidadãos em relação aos seus dispositivos móveis, fortalecendo assim a segurança digital em todo o país.

Blog do Halder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *