Obeso

Sertanejo luta contra a obesidade mórbida

Blog Nordeste Paraíba

Renan Mesquita, um paraibano de 34 anos da cidade de Sousa, enfrenta um problema sério que afeta muitos brasileiros: o excesso de peso. Pesando aproximadamente 240 quilos, Renan está no estágio mais grave da obesidade, conhecida como obesidade mórbida ou grau 3, diagnosticada quando o Índice de Massa Corporal (IMC) atinge 40,0 kg/m² ou mais.

Impacto do Isolamento na Saúde

O aumento significativo de peso de Renan ocorreu durante a pandemia de Covid-19 em 2020. Como muitos, ele enfrentou dificuldades na saúde mental, o que contribuiu para o descontrole de seu peso. A falta de atividades físicas e a ansiedade durante o isolamento social agravaram a situação.

Consequências da Obesidade

Casado e vivendo com sua esposa em uma casa alugada, Renan depende da renda dela como doméstica, sendo a única fonte de sustento da família. Seu peso excessivo causa dificuldades severas de locomoção e problemas respiratórios, comprometendo sua qualidade de vida diária.

Luta Pela Sobrevivência

“Eu sinto que estou caminhando para a morte”, lamenta Renan, consciente dos riscos associados à sua condição de saúde. Ele e sua família agora buscam ajuda para realizar uma cirurgia bariátrica, fundamental para seu tratamento e melhoria de vida.

Apelo Por Doações

Para custear o tratamento necessário, a família disponibilizou uma chave Pix para receber doações. Quem desejar contribuir presencialmente pode visitar a residência de Renan, localizada na Rua Benedito Pereira de Lima, número 17, no bairro São José, em Sousa.

Solidariedade e Esperança

O caso de Renan Mesquita é um lembrete dos desafios enfrentados por muitos brasileiros com obesidade mórbida. Com apoio da comunidade e solidariedade, espera-se que Renan possa receber o tratamento adequado e retomar sua saúde.

Blog do Halder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *