Policia

Operação policial resulta na prisão de 267 pessoas no interior da Bahia

Blog Demais Estados Nordeste

A Polícia Civil da Bahia realizou uma operação de grande escala nesta quinta-feira, 21 de março, resultando na prisão de 267 pessoas. A ação, denominada 12ª fase da Operação Unum Corpus, abrange 416 cidades baianas, exceto Salvador.

Entre os presos estão três suspeitos de liderarem facções criminosas de outros estados com atuação na Bahia. Policiais civis mataram Pedro Víctor Fatel Costa Leite, conhecido como “Fatel”, o consideravam líder de um grupo criminoso ligado a uma facção do RJ. Grupo esse responsável por atividades ilícitas como tráfico de drogas e homicídios em diversas regiões do estado. As autoridades prenderam outro suspeito em Santo Amaro, enquanto elas mataram Danilo Silva dos Santos. Ele tinha com histórico de crimes como homicídios, bem como tráfico de drogas e roubo.

Além das prisões relacionadas ao crime organizado, a polícia deteve outras três pessoas sob suspeita de envolvimento em um caso chocante de violência. O esfaqueamento de um homem seguido por atropelamento intencional, ocorrido em Maracás no dia 5 de fevereiro. A vítima já recebeu alta hospitalar após o ataque.

Detalhes da operação

A operação então também visou combater fraudes relacionadas à área da saúde, com mandados de busca e apreensão realizados em Eunápolis, Teolândia e Itagimirim. As investigações revelaram um esquema de exercício ilegal da medicina, bem como falsidade ideológica e lavagem de dinheiro envolvendo falsos médicos e colaboradores em diversos hospitais do interior da Bahia. Além disso a operação resultou na apreensão de documentos e prontuários médicos, além da identificação de pessoas envolvidas na ocultação de pagamentos provenientes das atividades criminosas.

A Operação Unum Corpus é uma iniciativa do Departamento de Polícia do Interior (Depin), com o apoio de equipes da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (CATI) e do Departamento de Inteligência Policial (DIP). Ao todo, mais de 300 mandados de prisão e busca e apreensão foram cumpridos nesta fase, que já totaliza 1.754 prisões e 311 armas de fogo apreendidas ao longo das 12 etapas anteriores.

Blog do Halder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *