Crânio

Funcionária é suspeita de fazer ritual com crânio humano

Blog Brasil Policial

Nesta terça-feira, 6 de fevereiro, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu um mandado de busca e apreensão, por conta de um ritual. A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) direcionou o mandado a uma moradora de Contagem, município do estado mineiro.

As câmeras de segurança flagraram a mulher realizando uma ação mística em frente à empresa onde ela trabalhava antes de ser demitida. O detalhe alarmante? O crânio utilizado no ritual, posteriormente analisado pela perícia, revelou-se humano.

A investigação começou após denúncias sobre um possível ritual espiritual nas proximidades de um estabelecimento comercial, onde encontraram um crânio suspeito de ser humano.

Os proprietários do comércio, ao tomarem conhecimento do ocorrido, identificaram uma antiga colaboradora como principal suspeita, alegando ainda mais que o ritual poderia estar relacionado a desavenças na rescisão do contrato de trabalho.

“Por meio da análise das imagens das câmeras de segurança da região, confirmamos que a suspeita realizou o ritual místico.”

Além disso, o crânio deixado próximo ao estabelecimento comercial foi submetido à análise pericial, confirmando tratar-se de um crânio humano”, destacou a nota emitida pela corporação.

Ainda assim, durante a execução do mandado, os agentes encontraram materiais e roupas usadas pela suspeita no ritual. O caso está sob investigação pela 6ª Delegacia de Polícia Civil em Contagem. A ex-funcionária é suspeita dos crimes de subtração de cadáver, vilipêndio a cadáver e ameaça.

Blog do Halder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *