Vaneza Lobão

PM Vaneza Lobão é morta na porta de casa

Blog Brasil Policial

Na noite desta sexta-feira, 24 de novembro, a Policial Militar Vaneza Lobão, de 31 anos, foi brutalmente assassinada em frente à sua residência na Rua Passo da Pátria, em Santa Cruz, Zona Oeste da Cidade do Rio de Janeiro.

Vaneza trabalhava no setor de inteligência da 8ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM), especializada na investigação de milicianos e contraventores. A Corregedoria-Geral da Polícia Militar subordina a unidade.

Conforme informações preliminares, os assassinos já aguardavam a policial no momento em que ela abria a garagem para entrar com seu carro.

Criminosos armados atiraram contra a policial na porta de sua residência e em seguida fugiram. Indivíduos encapuzados, que estavam a bordo de um veículo preto, dispararam tiros de fuzil contra Vaneza.

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, lamentou profundamente a morte da policial. Conforme ele destacou, a resposta às circunstâncias do crime deve ser rápida e enérgica.

“Há indícios de que sejam milicianos que ela investigava. Ela fazia parte da nossa Corregedoria”, comentou o governador.

No início da tarde deste sábado, dia 25, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, expressou sua tristeza pelo ocorrido e anunciou o apoio da Polícia Federal nas investigações.

“Lamentamos o terrível crime cometido contra a policial Vaneza Leão, no Rio de Janeiro. Minha solidariedade à família e aos colegas da corporação. Orientei a Polícia Federal a ajudar nas investigações, de competência das autoridades estaduais”, declarou o ministro. O caso ressalta a urgência de medidas eficazes para combater a violência contra profissionais da segurança pública. Dessa forma reforça a importância da cooperação entre as esferas federal e estadual na busca por justiça.

Blog do Halder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *