Renda proveniente de programas sociais como Bolsa Família aumenta em todas as regiões do Brasil

Blog Brasil Economia

Recentes dados divulgados mostram uma mudança significativa na composição da renda média domiciliar per capita em todo o país. Embora a participação do rendimento proveniente de trabalhos tenha diminuído, os rendimentos de outras fontes, principalmente os benefícios sociais como o Bolsa Família, registraram um aumento notável.

A análise por região revela as seguintes participações de cada tipo de rendimento na composição da renda média mensal real domiciliar per capita:

  • Sul: Trabalhos: 75,6%, Aposentadoria e pensão: 17,6%, Aluguel e arrendamento: 2,7%, Pensão alimentícia, doação, mesada de não morador: 0,8%, Outros rendimentos (benefícios sociais): 3,2%
  • Sudeste: Trabalhos: 75,3%, Aposentadoria e pensão: 17,4%, Aluguel e arrendamento: 2,4%, Pensão alimentícia, doação, mesada de não morador: 1,0%, Outros rendimentos (benefícios sociais): 3,9%
  • Centro-Oeste: Trabalhos: 79,3%, Aposentadoria e pensão: 13,9%, Aluguel e arrendamento: 2,6%, Pensão alimentícia, doação, mesada de não morador: 0,8%, Outros rendimentos (benefícios sociais): 3,3%
  • Nordeste: Trabalhos: 65,7%, Aposentadoria e pensão: 21,4%, Aluguel e arrendamento: 1,3%, Pensão alimentícia, doação, mesada de não morador: 0,9%, Outros rendimentos (benefícios sociais): 10,8%
  • Norte: Trabalhos: 76,3%, Aposentadoria e pensão: 13,3%, Aluguel e arrendamento: 1,1%, Pensão alimentícia, doação, mesada de não morador: 0,8%, Outros rendimentos (benefícios sociais): 8,5%
  • Brasil: Trabalhos: 74,2%, Aposentadoria e pensão: 17,5%, Aluguel e arrendamento: 2,2%, Pensão alimentícia, doação, mesada de não morador: 0,9%, Outros rendimentos (benefícios sociais): 5,2%

Blog do Halder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *